domingo, 31 de janeiro de 2010

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Cascatas em Volubilís, situam-se entre Marrakeche e Fez

video

Desculpem o som

video

Casablanca, Marrocos Dez 2009


Na última semana tive oportunidade de viajar até Marrocos, que saudades que eu tinha, dos cheiros, das cores, do ambiente... trouxe algumas recordações, desta vez alguns cheiros vieram comigo, alguns perfumes, cores e cheiros das especiarias... fotos é o que não faltam :) mas o que me trás aqui... de tanto que vivi, ouvi, partilhei, vi... de um tempo tão enriquecedor, deixo aqui algumas situações que mexeram muito comigo... na visita à Mesquita de Casablanca, pagando, podemos entrar, tirar fotos, conhecer alguns hábitos que o povo tem quando vai à mesquita... na parte dos banhos, senti um peso tão grande, que a vontade de chorar era imensa, meu interior estava ali naquele momento quebrantado, clamando e gritando por dentro...

Outra situação foi na rua passamos por um homem que "aparentemente" estava a ter um ataque epiléptico... digo "aparentemente" porque há quem relacione os ataques epilépticos à manifestação do inimigo nessas vidas, e como não duvido que seja possível, prefiro dizer assim.

Mais uma situação, foi também na rua, um homem gritava tanto, despia-se e gritava gritava gritava, parecia bêbado, não sei seria mesmo esse o seu estado... no momento pensei que poderia estar possuído... quando isto aconteceu... o que vi nas ruas foi na noite em Casablanca, depois de termos visitado a mesquita e termos lá estado sentados a descansar e louvar, clamar, render as nossas vidas e clamando por este povo, de seguida quando passamos nas ruas de regresso ao centro da cidade, procurando um bomlugar para jantar foi então em diferentes momentos que nos cruzamos na rua com as pessoas que estavam nas situações que referi anteriormente, isto foi na noite... no dia seguinte foi quando voltamos à Mesquita para termos a visita guiada e foi lá no interior que senti o peso imenso... houve também outra situação, na primeira tarde, um "amigo" que foi encontrar-se connosco teve um ataque epiléptico... esse foi o primeiro da tarde... quando cheguei perto dele já havia sucedido... três situações no mesmo dia... acaso?????

Algo muito bom também entre tantas coisas excelentes, lindas que amei, foi o tempo que juntos cantavamos para o Pai que o adoravamos, e consagravamos as nossas vidas a Ele e que erámos fortalecidos, encorajados por Ele.